Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Secretário Nacional da Igualdade Racial apresenta programas para autoridades de Patos de Minas

Compartilhe:





Patos de Minas recebeu na tarde desta segunda-feira (30) o Secretário Nacional de Promoção da Igualdade Racial, Juvenal Araújo Júnior. Ele apresentou o Sistema Nacional de Promoção da Igualdade Racial e destacou os vários programas que podem ser acessados após o convênio com Patos de Minas. O Prefeito Municipal, José Eustáquio, diretores, secretários e membros do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial- COMPIR- participaram da reunião.

O Secretário Nacional destacou que, a partir do convênio com o SENAPIR- Sistema Nacional de Promoção da Igualdade Racial- foi criada uma linha com o Governo Federal para que se busque recursos para serem usados na Promoção da Igualdade Racial. “Podem ser usados a pautas ligadas a Quilombolas, jovens negros, mulheres negras, religiões de matriz africana e toda a questão relacionada à Igualdade Racial”, informou.

Ele também informou que estão abertos dois editais que Patos de Minas está apto a concorrer para buscar recursos. “Um edital de R$3 milhões e outro de R$1 milhão”, contou. Juvenal agradeceu pela adesão ao SINAPIR e pediu pra que seja criada na cidade uma diretoria exclusiva para cuidar da Igualdade Racial. “A história do negro é muito forte em Patos de Minas e o que falta agora são políticas públicas para cuidar da igualdade racial e reduzir o racismo”, disse.

O Prefeito José Eustáquio apresentou os profissionais que já trabalham no município com a questão da Igualdade Racial e deixou as portas abertas para este trabalho. O Professor Peterson Gandolfi da Universidade Federal de Uberlândia destacou a necessidade de se fazer um grande diagnóstico da questão do negro na cidade para então começar a atuação. Ele destacou também que é preciso haver comunicação entre os órgãos.

Geenes Alves da Silva, Diretor de Igualdade Racial, Memória e Patrimônio Cultural, destacou a importância histórica do negro em Patos de Minas e ressaltou que a diretoria tem trabalhado, na medida do possível, para destinar os recursos referentes ao patrimônio imaterial para a questão dos movimentos negros. Os membros do COMPIR destacaram que o que pretendem é apenas respeito ao negro e à cultura negra. “Isso não se consegue com divisão, é preciso incluir toda a sociedade”, destacou José Antônio Ventura, coordenador municipal de Igualdade Racial de Patos de Minas.

Deixe seu comentário:

Colabore

envie-seu-artigo

Mural de Recados

Deixe seu recado

Para deixar seu recado preencha os campos abaixo:

Para:  
E-mail não será publicado
(mas é usado para o avatar)

Publicidade

Contato

* Whatsapp | 55 (16) 99790-7987 * portalafricas@hotmail.com

Curta no Facebook

Publicidade