Sua fonte de notícias

Segunda, 29 de novembro de 2021
MENU

Cultura

Festival Ori volta em novo formato para marcar 20 de Novembro

Programação online e gratuita traz entrevistas, matérias, músicas e informação.

88
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Transmissão:  AO VIVO - Facebook  do Portal Áfricas

Com uma configuração inédita de revista eletrônica, o 'Festival Ori' vai trazer uma programação diversa para celebrar a memória, o presente e a continuidade do legado do povo negro brasileiro no Dia da Consciência Negra de 2021. Em sua segunda edição, o evento terá como apresentadores Neide Diniz, Carlos Alberto Medeiros, Rafael Mike e Aza Njeri. Eles vão interagir com pessoas e organizações negras que protagonizam iniciativas nas artes, finanças, estética, moda, educação, empreendedorismo, projetos sociais, dentre outros.

"O Ori é um Festival Digital Transmídia como plataforma virtual de discussão e o fomento da memória cultural negra. A proposta é aproximar e integrar a audiência de todas as idades e classes sociais ao mundo digital, de inovação e cultura, a partir do uso de novas tecnologias de informação e comunicação em plataformas digitais.", explica Filó Filho, coordenador executivo da Cultne.

Com mais de quatro horas de duração, a transmissão ao vivo do 'ORI' também vai agregar matérias, música e informação. Além disso, correspondentes do Festival nos Estados Unidos e Inglaterra trarão contribuições da diáspora africana mundial, com breves inserções de pérolas do acervo histórico do Cultne, resgatadas para dialogar com as gravações recentes. 

"A programação inédita é apresentada, dirigida e produzida desde a captação de imagens até a edição com fundamental protagonismo negro. Realizar mais uma edição do Festival Ori é propor de fato que o imenso acervo Cultne sirva de ferramenta na constituição de uma memória visual da luta antirracista em nosso país.", declara 
Filó.

Vale lembrar que o Festival marca um importante momento da comunicação brasileira: O lançamento da primeira TV online gratuita afro-brasileira protagonizada por negros em todas as suas estâncias de produção, a Cultne TV. Em breve, um aplicativo móvel será lançado para que o usuário possa assistir toda a programação em dispositivos eletrônicos móveis, como telefone celular, smartphone e tablets. Ao final do evento, será exibido um documentário em tributo ao fotógrafo Januário de Oliveira, autor de célebres de discos e reconhecido pela atuação no movimento negro, falecido neste ano.

Serviço:

Festival Ori

Quando: Dia 20/11- Direto do Estúdio da Cultne, em Vila Isabel, na Zona Norte do Rio.

Obs: Local sem presença de público por conta da pandemia.

Horário: Das 16h às 20h

 

Comentários:

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )