Áfricas - A NOSSA agência de noticia preta

Terça-feira, 25 de Junho de 2024

Racismo

Primeira Condenação por Racismo no Futebol Espanhol: 8 Meses de Prisão

Redação .
Por Redação .
/ 31 acessos
Primeira Condenação por Racismo no Futebol Espanhol: 8 Meses de Prisão
Facebook Vinicius Jr
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

BAIXE agora o APP Áfricas  [ CLIQUE  AQUI ]
Siga nosso NOVO CANAL no WhatsApp 
Siga-nos no Instagram

Torcedores do Valencia Condenados a 8 Meses por Racismo contra Vini Jr.

Foi anunciado pela La Liga nesta segunda-feira que três torcedores do Valencia foram condenados a oito meses de prisão por ofensas racistas contra o brasileiro Vinicius Júnior, do Real Madrid, durante um jogo no Estádio de Mestalla, em 21 de maio de 2023.

Detalhes da Condenação

Além da pena de prisão, os torcedores condenados terão que pagar multas e estão proibidos de entrar em qualquer estádio de futebol onde sejam disputados jogos da La Liga ou da seleção espanhola. Esta medida visa coibir futuros atos de racismo e garantir um ambiente mais seguro nos estádios.

Pedido de Desculpas e Repercussão

Durante a audiência, os acusados leram uma carta de desculpas direcionada a Vinicius Júnior, ao Real Madrid e à La Liga. O presidente de La Liga, Javier Tebas, comemorou a decisão, destacando que esta é a primeira condenação desse tipo na Espanha e representa um avanço significativo na luta contra o racismo.

Publicidade

Leia Também:

Declarações de Javier Tebas

"Esta decisão é uma ótima notícia no que diz respeito à luta contra o racismo na Espanha, pois repara o mal sofrido por Vinicius Jr. e envia uma mensagem clara às pessoas que vão a um estádio de futebol para lançar abusos. A LaLiga irá identificá-los, denunciá-los e haverá consequências criminais para eles", disse Tebas.

A condenação ocorreu após pouco mais de um ano do incidente. Tebas lamentou a demora da justiça, mas ressaltou que a Espanha garante a "integridade judicial".

Compromisso com a Justiça

"Entendo que possa haver alguma frustração com o tempo que leva para que estas sentenças sejam proferidas, mas isso mostra que a Espanha é um país que garante a integridade judicial. Como tal, nós da La Liga só podemos respeitar o ritmo da justiça, mas mais uma vez exigir que a legislação espanhola evolua para que a La Liga tenha poderes sancionadores que possam acelerar a luta contra o racismo", falou Tebas.

 

Comentários:
Redação .

Publicado por:

Redação .

Saiba Mais